Seja uma líder inspiradora para seus filhos

“Os pais são os gerentes da empresa mais importante do mundo: sua família”. Lorraine Thomas

Obs.: Neste texto iremos tratar você como Mulher, como Mãe, como Ela. Tudo que dissermos aqui serve para os Homens, Pais, Eles, com toda a certeza.

Quando você vê uma pessoa com perfil de liderança admirável, efetiva, participativa, empática, afetiva, e observa como esta líder atua na vida familiar (mesmo que você não tenha intimidade), o que você conclui?

Na minha vivência no mundo corporativo – 14 anos, oude observar bem estes perfis (como selecionadora para funções estratégicas na empresa e como liderada) que…A pessoa com o perfil de liderança citado acima é aquele que também valoriza a família, que inclui a família no seu discurso, na sua prática diária, que possui um Propósito, um Porquê, que traz invariavelmente seus familiares  junto de si e concluí que:

Aquela que se importa com o impacto que traz para sua família é uma líder melhor!

Estas foram as líderes que mais me inspiraram e a muitos outros.

Aqui não queremos dizer que somente uma mãe será inspiradora ao cuidar da sua família, mas também aquela que se importa, dedica-se a seus pais, irmãos, tios, avós, etc.

A liderança como sabemos é exercida também dentro da nossa casa, junto da nossa família.

Quando você é uma líder inspiradora para seus filhos e familiares, também os ajuda a desenvolver a própria autoliderança. Você é um modelo no qual seus familiares, principalmente seu filho se espelha.

Sabemos que a líder que tem clara seus Valores e Missão e estimula o compartilhamento destes entre a equipe alcançam os melhores resultados, pois as ações tornam-se mais consistentes e significativas para todos.

Assim também ocorre no convívio familiar: quando a  mulher líder divide com os familiares os porquês das ações e decisões e o faz de maneira participativa alcança melhores resultados e comportamento colaborativos e de crescimento.

Nenhum líder alcança resultados expressivos quando trabalha sozinho.  O trabalho em equipe é indispensável.

Ao envolvermos nossos filhos nos processos decisórios, reestruturando, muitas vezes,  as tarefas diárias, como horário de refeições, banho, compras, lição de casa, fazemos com que eles se envolvam e se comprometam desenvolvendo o senso  de autorresponsabilidade.

Já dizia Peter Druker: “O líder do futuro pergunta, o líder do passado diz.” Ou seja, substituir a imposição pela educação, permite que liderados, em casa e no trabalho, aprendam através da internalização  dos conceitos que fazem sentido para eles. Os líderes inspiradores usam perguntas para ajudar aas pessoas a desenvolver seu próprio raciocínio e cheguem a suas próprias conclusões e deem o melhor de si.

Acreditamos que algumas características e atitudes dos líderes inspiradores estão aqui. Se você se lembrar de mais alguma(s) fique à vontade para incluir.

  • Despertar o potencial do liderado;
  • Ouvir e ensinar;
  • Compartilhar responsabilidades;
  • Fazer perguntas que levem à reflexão e à ação;
  • Orientar;
  • Encorajar;
  • Direcionar para o futuro

Liderar com consciência emocional é o caminho, é entender o impacto que você causa nos outros e procura se adequar sua comunicação a cada estilo de liderado, ou seja, compreender e agir de forma a dar atenção  ao seu comportamento e disposição.

O aprendizado floresce em ambientes com altos índices de intelig6encia emocional, como diz Daniel Goleman. Ambientes que possuem alto índice de medo e ansiedade são os com baixos níveis de inteligência emocional.

O convite a você  é: Pratique e fortaleça sua liderança emocional:

  1. Quem você quer ser?
  2. Que tipo de líder você é?
  3. O que precisa fazer para ser a líder que quer ser?
  4. Como fazer para que as mudanças permaneçam?
  5. Quem pode ajudar?

Lembre-se sempre: você não precisa ser um modelo perfeito de líder, de mãe, de filha; mas sempre será admirada por buscar o desenvolvimento (seu e das pessoas o seu redor) e buscar entender a necessidade e realidade do outro.

A busca do autoconhecimento e da inteligência emocional nos ajuda a buscar uma comunicação mais assertiva, em que se respeitem as especificidades de cada um.

É na interdependência que somamos as habilidades e conhecimentos, criamos mais sinergia e nos tornamos melhores e… consequentemente o nosso mundo ao redor.

Escrito por: Aline Teixeira

Mãe de duas lindezas: Beatriz e Letícia, Psicóloga (CRP 06/72.650), Coach Familiar, KidCoach (coach de crianças) e Idealizadora do Programa MAMITA -Harmonia para famílias.

 

Compartilhe... Share on FacebookShare on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *