Networking e seu poder

O NETWORKING e seu poder

Olá empreendedora!

Como anda o seu networking? Ou rede contatos?

Primeiro, você precisa entender a palavra: Networking vem do termo em inglês “net” que significa rede e “work”, que significa trabalho. O networking nada mais é do que a sua rede de contatos dentro do contexto da sua área de atuação. OK?

E o networking sempre foi e será um dos princípios do empreendedorismo. Eu entendo que é impossível alcançar o sucesso em qualquer atividade ou ramo de atuação sem bons contatos e a troca de informações (informação é poder!) que existe quando nos relacionamos bem.

E quando eu digo relacionar-se bem eu quero fazê-las lembrar daquela frase que diz: “Somos a média das cinco pessoas com quem mais convivemos.” Portanto, olhe ao seu redor, analise o seu dia a dia e observe com quem você tem se relacionado? Quem tem sido a sua influência diária? Quais tem sido as suas fontes de informação, motivação e conteúdo? Você certamente obterá muitas respostas após essa análise. E o mais interessante é que com isso você entenderá a razão de fazer e repetir certas coisas, ter certos hábitos, fracassos ou sucesso! Afinal, as relações que cultivamos trazem resultados positivos ou negativos à nossa vida.

O networking é sem dúvida, um poderoso instrumento de conexão e interesses. Mas para isso você precisa estar no lugar certo e com as pessoas certas. No meu movimento de empreendedorismo feminino LINDA TODA (www.lindatoda.com.br) promovo encontro semanais onde além de agregar conteúdo e conhecimento relevante e de qualidade às empreendedoras, promovemos um momento único e poderoso de networking entre as participantes, momento oportuno de criar ligações com pessoas, conhecer outras empreendedoras, apresentar seu negócio e com isso, descobrir meios que possam contribuir com o seu negócio ou ajudá-la a desempenhar melhor o seu trabalho. E vice-versa. Afinal, trabalhamos com a mentalidade colaborativa, um dia você doa, outro dia recebe.

Se você souber desenvolver uma boa rede de contatos, novas possibilidades podem surgir, assim como parcerias e negócios.

Onde começar?  

Em todo lugar e a qualquer hora.

Primeiro você precisa ter em mente seus objetivos profissionais para otimizar a ampliação de sua rede de contatos. Pense em fóruns, eventos, encontros e palestras que reunirão o público que você almeja atingir e contactar. É interessante também procurar outras áreas (diversificar), complementares a sua para você expandir sua rede e com isso potencializar as ações do seu negócio, caso contrário você acaba frequentando sempre os mesmos lugares com o mesmo “tipo de público”, entende?

Lembre-se: empreendedorismo é movimento! Movimente-se!

Outra dica é que você busque e pergunte aos amigos sobre encontros e eventos que promovam o networking, bem como procurar participar de cursos e palestras voltados para a área em que você procura um parceiro.

E vale sempre lembrar que em relação a networking:qualidade vale mais do que quantidade. E para que as boas relações se mantenham, é preciso que elas estejam ativas e sejam cultivadas com atitudes de parceria, ética e confiança.

Isso lhe dará uma boa reputação  e essa sem dúvidas é o seu maior ponto forte!

Vamos juntas!!

Abraço,

Paula Dal Belo

Escrito por Paula Dal Belo, advogada por formação e empreendedora por vocação. Empresária, idealizadora do movimento LINDA TODA que fomenta o empreendedorismo feminino e presidente da ACI MULHER de São José dos Campos.

Seja um farol

Olá Líder!

Você já pensou sobre a importância dos faróis??!

Os faróis exercem um papel essencial para a segurança, sobrevivência e orientação dos navegadores, e não só para eles, mas para todos que vivem em sua volta. Eles são como um sol em meio a noite, como uma voz em meio à dúvida e escuridão de uma tempestade a nos gritar e orientar “Cuidado!!! Por aqui é perigoso!! Preste atenção no que está fazendo! Vai por ali”.

Protegem navegadores de se chocarem contra as rochas, protegem a comunidade local de um acidente e uma catástrofe.

E o mais importante, os faróis protegem nossas vidas! E sempre de uma forma que ensina o caminho certo a seguir, avisando por onde ir, porém, sem te pegar pela mão e te conduzir!

Ainda mais inspirador que podemos aprender com os faróis é que eles não usam da força bruta, apenas usam sua luz, que começa de um ponto e chega muito longe, luz essa que inicia e emana dele mesmo e segue adiante à sua frente, sempre firme e consistente, ensinado com o seu EXEMPLO!

Já havia pensado sobre isso antes?
Como podemos ser FAROL ou escuridão para as pessoas?
Espero que você seja um farol para muitas pessoas!!

Tenham uma excelente semana!!

Vamos juntas!

Paula Dal Belo

Liderança Feminina Empreendedora

seja-um-farol-31out16

Escrito por Paula Dal Belo, advogada por formação e empreendedora por vocação. Empresária, idealizadora do movimento LINDA TODA que fomenta o empreendedorismo feminino e presidente da ACI MULHER de São José dos Campos.