Criatividade, questão de prática.

Olá Empreendedora!

Se vamos falar sobre empreendedorismo, ter criatividade é uma habilidade essencial. No entanto, há quem fale “ah, mas eu não sou criativa.” e faz parecer que ter criatividade é uma tarefa impossível.

Mas não se deixe enganar, criatividade também né prática, acredita:! Veja dicas para aumentar a criatividade e melhorar seu desempenho:

Relaxe por um momento

Quando relaxa, você refresca sua mente e a criatividade flui de forma mais natural. Você pode fazer algumas coisas tipo: dar uma caminhada na praia, praticar seu esporte favorito, ler um bom livro, assistir seu programa favorito na TV ou qualquer outra atividade que o ajude a se desligar e atingir um estado de relaxamento.

Experimente o diferente

Viver experiências novas, diferentes de tudo o que você está acostumado, ajuda a despertar a criatividade adormecida. Viaje para lugares desconhecidos, leia livros diferentes do que você não está acostumado, assim como filmes também, converse com pessoas que tenham um estilo de vida diferente do seu. Explore o desconhecido!

Aprenda algo novo

Artesanato, dança do ventre, culinária orgânica, alemão. Já pensou em fazer aulas de algo inusitado, uma atividade que nada tem a ver com o seu trabalho. Além de ser divertido, aprender algo totalmente novo ajuda a sair da zona de conforto e pensar de forma diferente.

Fique longe das telas

O computador e o celular são ferramentas essenciais de trabalho. No entanto, o uso em excesso desses dispositivos pode prejudicar o fluxo de boas ideias. Se a criatividade está em baixa, experimente passar um tempo longe das telas: escute uma música, desenhe ou dê um passeio. Separe um momento durante o dia de trabalho para se isolar, ficar tranquilo, deixar as redes sociais de lado e permitir que sua mente tenha em um descanso.

Crie listas

Isso é muito importante: criar listas sobre coisas da vida que fazem a diferença para você ajuda expandir seu pensamento criativo. Livros, músicas e comidas preferidas; lugares que visitou e te marcaram; metas para os próximos 5 anos…vai anotando!

Parta para a ação

Melhor do que planejar, é fazer!! Mais do que ter uma ideia, é preciso colocá-la em prática. Aumente sua criatividade partindo para a execução de algum projeto. Não tenha medo de experimentar tanto em pequena quanto em grande escala. Mesmo que você ainda esteja planejando o processo, comece e transforme sua ideia em ação.

Com essas dicas, aumentar a criatividade será questão de tempo. Coloque em prática agora! E depois me conte o que aconteceu 😉

Vamos juntas!

Abraço,

Paula Dal Belo

Escrito por Paula Dal Belo, advogada por formação e empreendedora por vocação. Empresária, idealizadora do movimento LINDA TODA que fomenta o empreendedorismo feminino e presidente da ACI MULHER de São José dos Campos.

O que aprendi na Feira do Empreendedor SEBRAE

Olá Empreendedora!

Escolha bem quem seguir.

Ao seguirmos alguém estamos nos alimentando das informações que essa pessoa nos passa e isso pode ser produtivo e lucrativo para você ou não.

Falo isso pois ontem eu e meu grupo de empreendedoras passamos o dia na Feira do Empreendedor SEBRAE e claro, queríamos estar lá porque hoje o SEBRAE é um especialista em empreendedorismo e pequenos negócios. Queríamos beber daquela fonte e conhecer as novidades e lançamentos do mercado para melhorar nossa performance nos negócios, carreira e vida pessoal!

E o dia foi incrível mesmo! E das palestras, conversas, workshops e contatos que fiz na feira, aprendi muitas coisas e desejo compartilhar algumas com vocês aqui:

1- Nosso tempo é caro e precioso. Não o desperdice. Quando chegamos lá, há um mundo de opções para conhecer e interagir, e como estávamos em um grupo grande, precisamos dividir os interesses e liberar cada um para fazer aquilo que considerava relevante para si.

E assim é na vida e nos negócios. Muitas vezes perdemos tempo acompanhando um colega ou parceiro em um determinado projeto, mas aquilo não será tão útil pra mim. Posso sim ajudar, mas não devo investir muito tempo em algo que não me trará retorno. Precisamos lembrar que foco é dizer não para centenas de boas ideias. E foi assim que consegui concluir o circuito de palestras que havia identificado que seriam relevantes para mim e terminar o dia super cansada, porém realizada.

2- Não confie exclusivamente no seu cérebro e memória: anote tudo!! Faça comentários pessoais no papel, escreva seus sentimentos e percepção sobre aquilo que escreve. Transforme a experiência em um artigo pronto para ser publicado. Não esqueça dos detalhes. E não deixe pra depois.

O nosso dia tem muitas horas e fazemos muitas coisas diferentes. Às vezes isso é preciso e muitas vezes se torna uma distração. Ao final do dia você provavelmente não se lembrará de todas as notas importantes ou até mesmo ideias legais que teve ao longo de uma reunião, uma visita a um cliente ou a uma feira de empreendedorismo, como essa que fui.

Você sabe que além de anotar a informação e conteúdo aprendido, às vezes eu escrevo ao lado algum comentário sobre onde aplicar aquela informação no meu negócio ou vida. Se o palestrante falou sobre criar um ambiente que ative os 5 sentidos do cliente na minha loja, eu escrevo ao lado: disponibilizar chá funcional na recepção para os clientes. E assim, vou tendo insights e ideias a partir daquilo que estou aprendendo com outros.

3- Você é única e o mundo precisa saber disso. E mais do que anotar e ter insights baseados no que eu aprendi na feira do empreendedor do SEBRAE, eu preciso ter em mente que eu sou única e que o meu comportamento e a forma como eu vou dizer isso ao mundo, definirá os meus contatos, as minhas parcerias e o sucesso da minha carreira.

Não tenha vergonha de se expor e contar aos outros sobre você, sua trajetória e seu negócio. Não importa se é pequeno ou se você acabou de começar, conte aos outros sobre você e sobre ele. Envolva o outro com o seu sonho e faça seus olhos brilharem também. Conte com entusiasmo, com um sorriso carismático e de forma transparente. Nós precisamos ser os melhores vendedores do nosso próprio negócio e de nós mesmas. E há detalhes sobre o que você faz e como você faz, que ninguém consegue copiar. Aposte nisso!!Você é única! Num mar de empresas e empreendedores como na feira do empreendedor do SEBRAE eu consigo me identificar como única e preciso apostar nisso, trabalhando cada dia mais e melhor, gerando resultados superiores, preocupando-se com pessoas e agindo com ética, integridade e responsabilidade.

Vai fundo!

Vamos juntas!

Abraço,

Paula Dal Belo

Escrito por Paula Dal Belo, advogada por formação e empreendedora por vocação. Empresária, idealizadora do movimento LINDA TODA que fomenta o empreendedorismo feminino e presidente da ACI MULHER de São José dos Campos.

Networking e seu poder

O NETWORKING e seu poder

Olá empreendedora!

Como anda o seu networking? Ou rede contatos?

Primeiro, você precisa entender a palavra: Networking vem do termo em inglês “net” que significa rede e “work”, que significa trabalho. O networking nada mais é do que a sua rede de contatos dentro do contexto da sua área de atuação. OK?

E o networking sempre foi e será um dos princípios do empreendedorismo. Eu entendo que é impossível alcançar o sucesso em qualquer atividade ou ramo de atuação sem bons contatos e a troca de informações (informação é poder!) que existe quando nos relacionamos bem.

E quando eu digo relacionar-se bem eu quero fazê-las lembrar daquela frase que diz: “Somos a média das cinco pessoas com quem mais convivemos.” Portanto, olhe ao seu redor, analise o seu dia a dia e observe com quem você tem se relacionado? Quem tem sido a sua influência diária? Quais tem sido as suas fontes de informação, motivação e conteúdo? Você certamente obterá muitas respostas após essa análise. E o mais interessante é que com isso você entenderá a razão de fazer e repetir certas coisas, ter certos hábitos, fracassos ou sucesso! Afinal, as relações que cultivamos trazem resultados positivos ou negativos à nossa vida.

O networking é sem dúvida, um poderoso instrumento de conexão e interesses. Mas para isso você precisa estar no lugar certo e com as pessoas certas. No meu movimento de empreendedorismo feminino LINDA TODA (www.lindatoda.com.br) promovo encontro semanais onde além de agregar conteúdo e conhecimento relevante e de qualidade às empreendedoras, promovemos um momento único e poderoso de networking entre as participantes, momento oportuno de criar ligações com pessoas, conhecer outras empreendedoras, apresentar seu negócio e com isso, descobrir meios que possam contribuir com o seu negócio ou ajudá-la a desempenhar melhor o seu trabalho. E vice-versa. Afinal, trabalhamos com a mentalidade colaborativa, um dia você doa, outro dia recebe.

Se você souber desenvolver uma boa rede de contatos, novas possibilidades podem surgir, assim como parcerias e negócios.

Onde começar?  

Em todo lugar e a qualquer hora.

Primeiro você precisa ter em mente seus objetivos profissionais para otimizar a ampliação de sua rede de contatos. Pense em fóruns, eventos, encontros e palestras que reunirão o público que você almeja atingir e contactar. É interessante também procurar outras áreas (diversificar), complementares a sua para você expandir sua rede e com isso potencializar as ações do seu negócio, caso contrário você acaba frequentando sempre os mesmos lugares com o mesmo “tipo de público”, entende?

Lembre-se: empreendedorismo é movimento! Movimente-se!

Outra dica é que você busque e pergunte aos amigos sobre encontros e eventos que promovam o networking, bem como procurar participar de cursos e palestras voltados para a área em que você procura um parceiro.

E vale sempre lembrar que em relação a networking:qualidade vale mais do que quantidade. E para que as boas relações se mantenham, é preciso que elas estejam ativas e sejam cultivadas com atitudes de parceria, ética e confiança.

Isso lhe dará uma boa reputação  e essa sem dúvidas é o seu maior ponto forte!

Vamos juntas!!

Abraço,

Paula Dal Belo

Escrito por Paula Dal Belo, advogada por formação e empreendedora por vocação. Empresária, idealizadora do movimento LINDA TODA que fomenta o empreendedorismo feminino e presidente da ACI MULHER de São José dos Campos.

O poder do FEEDBACK

Olá Empreendedora!

Se existe um presente que todo líder deve dar ao seu liderado ou para qualquer outra pessoa que conheça se chama FEEDBACK! Você sabe o que é isso?!

Feedback não é uma simples “opinião pessoal”, não é um “conselho” ou uma “bronca”. FEEDBACK é uma orientação, uma consultoria de alguém que observou, analisou e comparou resultados e então está pronto para passar essa conclusão que está baseada em fatos e dados e não em emoções e sentimentos pessoais. E se o feedback for feito com eficácia, renderá frutos maravilhosos e proporcionará a quem recebe grandes oportunidades de mudanças e crescimento!

Quando você pode usar o FEEDBACK?

Em todos os momentos em que você não está satisfeito com os resultados gerados por um funcionário, quando acontecer um fato ou evento que não lhe agradou e você precisa ou consertá-lo ou evitar que aconteça novamente e toda vez que você se encontrar em uma situação que o seu parceiro, familiar, esposo (a),  filho, sócio etc… precisar saber que ele pode fazer mais e melhor, mas que às vezes não está enxergando. Por isso o feedback é um grande presente!Ele precisa ser BOM! Você foca nos fatos, não critica a pessoa! Seu intuito e desejo devem ser genuinamente em fazer aquela pessoa crescer e ser melhor do que ontem. Percebe?

E pensando nisso eu gravei esse vídeo incrível e quero compartilhar contigo essa ferramente que de tão poderosa, eu a uso não só com os meus funcionários mas com meus amigos e familiares, o feedback M.A.R.C.A
E eu te conto no vídeo abaixo todos os detalhes e de como eu aplico essa ferramenta em meu negócio.

Clique no link abaixo e aprenda! E não se esqueça de deixar seu comentário e compartilhar se te ajudou de alguma forma:

Vamos juntas!

Abraços!

Paula Dal Belo

Escrito por Paula Dal Belo, advogada por formação e empreendedora por vocação. Empresária, idealizadora do movimento LINDA TODA que fomenta o empreendedorismo feminino e presidente da ACI MULHER de São José dos Campos.

Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente…

Olá Líder!!

E você? Como se adapta às mudanças?
É resistente ou é flexível? Resiliente?
Sabemos que muitas mudanças no decorrer da vida pessoal e profissional acontecem sem a nossa vontade. E outras, por escolha própria. Quer porque nos planejamos, porque percebemos a transformação do mercado, da cultura e hábitos e corremos atrás de nos adequar, saindo assim da nossa zona de conforto
😉

Essa frase de Charles Darwin nos faz pensar sobre a importância de estarmos em constante movimento na vida, quer seja para sobrevivência, como os animais e nós fazemos, quer seja na gestão do seu negócio. O movimento aqui significa estar atenta às mudanças ao seu redor, do seu concorrente, dos seus vizinhos, do comportamento de seus clientes. O que eles queriam ontem pode não ser o que eles desejam hoje.
A VIDA é dinâmica demais!!

Adaptar às mudanças também significa mover-se fisicamente, sair do seu negócio, da sua loja para desenvolver clientes em potencial, conhecer seus fornecedores, participar de rodadas de negócio, palestras, cursos etc. Ser vista! Ser lembrada também!
Mude. Mude sempre que precisar. Mude para melhor. Com critério, planejamento e muito empreendedorismo!!

Vamos juntas!
Abraço,
Paula Dal Belo

nao-e-o-mais-forte

Escrito por Paula Dal Belo, advogada por formação e empreendedora por vocação. Empresária, idealizadora do movimento LINDA TODA que fomenta o empreendedorismo feminino e presidente da ACI MULHER de São José dos Campos.